O amor e a merda

652

cutepoo

Recentemente me peguei pensando sobre o que é o amor enquanto eu e meu namorado nos indagávamos sobre o que um faria pelo outro. Até que chegamos na pergunta decisiva: Se eu estivesse impossibilitada de me limpar depois de ir ao banheiro, você me limparia?

Não que ele fosse a minha primeira opção e nem que isso um dia vá acontecer (por favor, vida, NÃO!), mas amor se prova mesmo é na merda. Amar o lindo, o limpo, o cheiroso, o agradável, só as qualidades é muito fácil. Qualquer um ama. Quero ver amar no perrengue, no difícil, na bosta, nos defeitos.
Chegar na merda de uma pessoa, é chegar no pior que existe dentro dela. Literalmente!

Sua mãe, por exemplo, te ama mais do que qualquer outra pessoa, e não por acaso ela foi a pessoa que mais limpou a sua bunda na vida. Sempre com um sorriso na cara, um coração explodindo de amor e toda a felicidade do mundo. Porra, sua mãe te ama pra caralho! Na próxima vez em que for discutir com ela, lembre-se disso e agradeça por ela nunca ter te deixado cagado. Sério, você realmente deveria agradecê-la por isso.

Somos feitos de qualidades e defeitos. Não dá para querer se desfazer dos defeitos e ficar só com as qualidades. Se você bota um produto no carrinho, tem que aceitar absolutamente todos os ingredientes. E não só aceitar ou suportar, como também ainda amar cada particularidade podre e fétida daquele ser humano. Se você não ama por inteiro, é porque então não ama. Amor não se faz de metade. Ele é inteiro, é completo e absoluto.

Fonte:  Deu ruim

Novidades

Comentarios

Newchic Women Plus Size Tops