Eu não te queria amar (..)

405

”Depois de ter o coração partido diversas vezes, eu comecei a levar a sério a frase “não se apega não”. Eu li todos os textos e livros possíveis sobre o amor com o objetivo de me preservar e não sofrer novamente. Eu guardei meu coração o quanto pude. Tentei ser imune a todos os falsos elogios e cantadas baratas. Fugir daquelas conversas iguais e ensaiadas da maioria dos caras com quem eu esbarrava por aí. O roteiro seguia conforme o esperado, até que te conheci…

Eu nem queria conversar com você, a princípio. Mas certos assuntos em comum nos aproximaram. Até que um dia, sempre tem um dia que muda tudo, você foi um pouco mais ousado e me convidou para sair. Eu aceitei sem criar grandes expectativas, mas saídas à noite sempre rendem boas histórias.

Você realmente era diferente dos outros.

Foi incrível o modo como você mostrou ser uma pessoa interessante, e me tratou com respeito e admiração. Soube ouvir e conversar, sem extrapolar os limites. O mais incrível é que eu não precisei usar máscaras e nem você vestiu um personagem. Fomos nós mesmos. Eu nem me lembrava a última vez em que agi de maneira tão natural com alguém que eu acabei de conhecer.

Depois de estar desacreditada da vida, das pessoas e do amor, você surgiu como uma esperança de que, sim, poderia dar certo dessa vez. Talvez fosse muito cedo para pensar em planos, mas eu não estava sendo uma louca impulsiva apaixonada. Eu estava apenas sendo eu.

Eu me sentia cada vez mais à vontade ao seu lado. Longe das amarras da sociedade e das listas de como agir na paquera. Eu apenas seguia a lista do meu coração. Percebi que cada história de amor é realmente diferente e, ao seu lado, eu pude amar e ser correspondida.

Quem diria que o amor surgiria assim na minha vida? Por mais que você leia tudo sobre o amor (o que é bom, por sinal), a prática é bem melhor que a teoria. O amor pode surgir de forma simples e discreta, até tomar conta do seu ser e, quando menos espera, você está amando. O amor é um risco que sempre vale a pena arriscar.

Antes eu ficava cega quando me apaixonava e esquecia de ver a realidade ao meu redor, como se a nuvem da paixão pairasse em mim e eu enxergasse algo que, talvez, nem existisse. Mas o amor verdadeiro faz com que você enxergue tudo perfeitamente. O amor não apareceu em minha vida para me completar. Ao contrário, eu transbordei a felicidade que não cabia mais em mim. Como se aquele brilho no olhar, a vontade de seguir em frente de peito aberto e a esperança no futuro estivessem de volta na minha vida.

Eu não queria amar você. Esse foi o primeiro pensamento que tive assim que meu coração bateu mais forte com seu sorriso, que o aconchego ficou melhor em seus braços, quando minha alma se sentiu em paz com seu toque, assim que minha mente ficou livre das amarras do medo e eu me acalantei em seu aconchego. É bom saber ser feliz sozinha assim como é bom saber compartilhar a felicidade a dois.

A culpa é inteiramente sua por não me deixar perder a esperança. A culpa é nossa por saber amar de forma recíproca e verdadeira. Ainda bem que a culpa é nossa por querer que o amor dê certo. E isso tudo só aconteceu porque eu não queria te amar, imagina se eu quisesse…”

 

Texto de 

Novidades

Comentarios

Newchic Women Plus Size Tops