É sobre você e o que você faz comigo.

É sobre esse seu jeito de me olhar como quem não quer nada e fazer o mundo inteiro perder o sentido, a cor, a graça, é sobre como você consegue me bagunçar inteira só com esse seu sorriso de canto. É sobre como você me desarma e eu esqueço de todas aquele meu discurso sobre não querer me envolver, me apegar, me apaixonar. Eu sempre fiz o tipo de garota independente, que não tá disposta a se jogar em qualquer historinha pra ter meia duzia de borboletas no estômago. Nunca fui muito fã desse papo de felizes para sempre, metade da laranja, alma gêmea. Pra ser sincera, eu nem botava muita fé nesse tal de amor, achava que isso era coisa de romance água com açúcar que passa no cinema e acaba enjoando a gente, sabe? Ai você apareceu, todo despretensioso, me fazendo ter vontade de tirar os pés do chão e esquecer todas aquelas minhas certezas sobre liberdade emocional.
 
É sobre como você me faz ver graça em sentir meu coração bater a mais de 100 por hora enquanto eu devia estar entrando em desespero com essa situação. É sobre como você me enxerga do jeito que eu sou e me aceita sem tentar me transformar em outra pessoa. É sobre como os meus olhos brilham quando eu to perto de você e fica quase impossível de disfarçar o que tá acontecendo comigo. Eu tentei fingir que as coisas estavam sob controle, que eu não tinha saído do eixo com a sua chegada, mas olha pra mim cara! Olha como eu fico só de você chegar mais perto, olha como você me dobra ao meio sem o menor esforço. Desde o começo cê não deu a mínima pros meus avisos, não ligou pro meu gênio forte e nem pras minhas birras, você fez pouco caso de quando eu falei que eu era complicada demais e que cê ia acabar cansando, porque todos os outros cansaram, mas você ficou. Nada te fez correr, fugir, se esconder, nem a minha TPM, nem o meu mau humor, nem minha indecisão e esse meu jeito agridoce, ai quando a ficha caiu, eu já tinha escolhido ficar também.
 
É sobre como você me faz esquecer de todas as minhas cicatrizes, das histórias que deram errado, de tudo tudo aquilo que me machucou, me doeu, me feriu. É sobre essa vontade de acreditar que com a gente vai ser diferente, porque eu sei que vale a pena confiar em você. É sobre como eu deixei meus medos de lado pra você caber em mim e a gente se encaixa um no outro como se tivéssemos feitos pra ser assim. É sobre a minha respiração que muda só deu lembrar de você e de como eu ultrapasso a escala Richter quando estamos juntos. É sobre esse sorriso bobo grudado no meu rosto. É sobre o seu carinho que me arrepia o corpo inteiro e o teu gosto que fica por mais de uma semana grudado na minha boca. É sobre as nossas conversas que fluem sem esforço e os nossos silêncios que não incomodam o outro. É sobre o que você faz comigo. Sobre como eu fiquei meio avoada desde que você chegou, com a cabeça no mundo da lua, sonhando acordada com você.
 
É sobre como tudo começou a fazer sentido depois que cê apareceu na minha vida. É que antes da gente se encontrar, outros caras já tinham passado por mim, eu vivi outras histórias, sabe? Tropecei em muita pedra, levei uma porrada atrás da outra e endureci uma vida inteira, até que você chegou, de repente, e me derreteu sem precisar fazer o menor esforço. Eu tava fechada, juro! Mas quando eu dei por mim, já tava aqui, feito boba, esperando suas mensagens, planejando os nossos encontros, querendo dormir no seu abraço apertado, com o teu cheiro contagiando o meu corpo. Quando eu percebi, já tava até pensando no nome dos nossos filhos, no dia do nosso casamento e na casa em que vamos morar. É sobre no que você me transformou. Nessa menina meio piegas, meio romântica, meio apaixonada. É sobre como a vida ganhou um tom diferente desde que a gente se cruzou, de como acordar ficou mais fácil sabendo que tem um pouco de você nos meus dias. É sobre você, sobre o que fez comigo e a minha esperança no amor.
É sobre a gente e tudo aquilo que a nossa história já é.
Texto de Gabi Freitas

Novidades

Comentarios

Newchic Women Plus Size Tops